sábado, 24 de julho de 2010

Você é livre, infelizmente.

Por esses dias, estava procurando uma frase interessante para por no Orkut.
Me daparei com uma do Sartre, grande Sartre...


"Estou condenado a ser livre. Isso quer dizer que nenhum limite para minha liberdade pode ser estabelecido exceto a própria liberdade, ou, se você preferir; que nós não somos livres para deixar de ser livres."

Lembrei na hora de uma aula que tive de Existencialismo... com uma professora que sou fã até hoje...
Desde então, nunca mais vi a liberdade com bons olhos...

liberdade  

     subst f liberdade [libər'dadə]
     1 possibilidade de fazer o que se quer
      liberdade de movimentos
      liberdade de pensamento
    
     2 estado de não estar preso, fechado
     sair em liberdade
     tomar a liberdade de fazer algo
     decidir fazer algo
Bom... esse foi o significado para o dicionário... agora vejamos para Sartre:

Sartre defende que o homem é livre e responsável por tudo que está à sua volta. Somos inteiramente responsáveis por nosso passado, nosso presente e nosso futuro. Em Sartre, temos a ideia de liberdade como uma pena, por assim dizer. "O homem está condenado a ser livre".
"A vida nos obriga a escolher entre vários caminhos possíveis [mas] nada nos obriga a escolher uma coisa ou outra". Assim, dentro dessa perspectiva, recorrer a uma suposta ordem divina representa apenas uma incapacidade de arcar com as próprias responsabilidades. A liberdade dá ao homem o poder de escolha, mas está sujeita às limitações do próprio homem.

Quando tive contato com Sartre (somos amigos íntimos sabe ^^), eu simplesmente me apaixonei pelo Existencialismo... O ser humano sempre desejou o poder, em todas as suas vertentes... ser o mais forte, o mais inteligente, o mais rico, o com o pau maior, o com o maior silicone no peito, o com o carro mais potente, o com mais mulheres ou mais homens ou mais filhos,  o com maior autoridade... Quer poder maior do que ser total responsável pelo seu destino????
E eu acredito fielmente nisso: VOCÊ, e mais ninguém, é totalmente responsável pela sua vida... pela sua sorte e pelo seu azar. VOCÊ está condenado a ser livre... a fazer escolhas... a fracassar ou vencer... e pela e somente pela suas próprias mãos...

Por que eu passei a ver a liberdade com olhos diferentes? Porque antigamente, na minha adolescência, eu acreditava que ser livre era fazer o que eu quisesse... sem consequências, sem dores, sem problemas, sem dificuldades, sem escolhas... ser livre era algo nirvânico para mim...
Mas na verdade não é nada disso... ser livre é completamente angustiante... fazer escolhas... perder... errar... sofrer...
Ser livre tem suas compensações... mas tem muitas dores também... eu amo e odeio ser livre... eu amo e odeio ser culpada por tudo na minha vida...

Fontes: dicionário Aurélio e Wikipédia.

1 me inspiram:

Fernanda disse...

Adorei e concordo com o seu raciocínio...

P.S: Tive que copiar as últimas frases... =P