quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Inexplicável...

Não consigo entender o que sinto.
É como se eu não pertencesse mais à esse corpo. Como se eu fosse outra pessoa. Ou como se eu estivesse fora fo meu corpo.

Apesar de eu estar chorando cada vez mais, estou sentindo cada vez menos. Como se meu coração estivesse murchando ou virando pedra.

Acho que estou querendo tão desesperadamente não sentir mais nada, que estou me bloqueando.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Lá no fundo...

Estou sentindo uma tristeza tão profunda... Mas ela está tão lá no fundo que ninguém vê. Eu a sinto, todos os dias no meu corpo, na minha mente. Mas... Ninguém vê.

Prefiro fingir que está tudo bem, colocar um sorriso no rosto, trabalhar, conversar, comer... Mas ela está aqui... Todos os dias... Todas as noites.

Noites... Não sei mais o que é dormir satisfatoriamente... Não sei mais o que é dormir mais do que 5 horas por noite.

Não vejo mais graça na vida... Não tenho mais sonhos... planos. Não discuto mais, não me importo mais. Acordo e durmo todos os dias, e só. Sigo por quem precisa de mim, porque eu nunca terei o que eu preciso.

Aliás, atualmente a única coisa que me motiva é ajudar.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Lembranças...




Estava fazendo uma faxina no blog, revendo os blogs que eu sigo que ainda existem ou não... fui parar em 2010, quando tentei morar na minha atual cidade pela primeira vez e em tudo que aconteceu naquele período...

Viajei um pouquinho mais pro passado... mais um pouquinho... até onde minha memória conseguiu atingir.

Quantas pessoas conheci ao longo desses 31 anos... quantas amizades, mesmo que superficiais e passageiras... quantos namoros, rolos ou qualquer coisa do tipo... quantos "amores" e decepções... Muita coisa pra só 31 anos.

Têm pessoas que permaneceram por anos na minha vida, e eu não deixaram marca alguma... outras que ficaram por alguns segundos e me marcaram para sempre, seja por uma frase dita, uma conversa numa mesa de bar, uma ideia plantada na minha cabeça... ou apenas bobeiras faladas e risadas dadas.

Mas graças a essas várias pessoas, eu sou esse mosaico de hoje.

E como a vida é ridícula... efêmera... passageira... instável... não somos porra nenhuma. Os planos que fazemos, vão todos por água abaixo. Os sentimentos que despejamos, vão ser introjetados por nós, que viramos um poço de lágrimas, tristezas, dores... porque os momentos ruins sempre superam os momentos bons.

Estou tão cansada de tentar viver... de tentar sonhar... de tentar planejar... de tentar ser feliz.

Queria deixar de existir... seja dormindo, partindo, perdendo a memória. Queria esquecer quem sou, o que fui, queria esquecer as pessoas, queria ser uma página em branco.

Estou tão exausta...




domingo, 30 de agosto de 2015

...

Queria voltar a acreditar... queria voltar a sonhar... queria, de coração, acreditar na ilusão.

Mas a realidade é tão forte que nem sonhando dormindo.

Desculpa, mas eu não consigo mais acreditar.

Continuo chorando todas as noites.

domingo, 9 de agosto de 2015

De lata...

Sempre acreditei que iria terminar os meus dias sozinha. Cada vez eu tenho mais certeza disso...

Queria ser como o homem de lata...


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Quem sou eu?

Sempre acreditamos que temos o controle de tudo na nossa vida.
Acreditamos que somos eternos... que os nossos planos vão acontecer... que vamos ser bem sucedidos... que vamos formar uma família linda e feliz e que vamos amar e ser amados para sempre.
Acreditamos que somos muito importantes, muito significantes, muito, muito, muito, muito, e que tudo que faz parte do nosso círculo de relacionamentos, convívio, rotina, etc, etc, etc, é muito importante e mais importante do que tudo.
Nós... tenho mania de escrever na segunda pessoa do plural... talvez uma forma de parecer menos narcisista, menos egoísta, mais humana.

Eu! Eu sempre acreditei que tinha o controle da minha vida, que sou eterna, que meus planos vão se concretizar, que vou ser rica e bem sucedida, que vou formar uma família linda e feliz e que vou amar e ser amada para sempre. Eu sempre acreditei que tudo que gira ao meu redor é mais importante que o resto do mundo.

Besteira!

Sou apenas uma pessoa, dentre 7 bilhões de pessoas existentes no planeta Terra, que é só um entre 8 planetas que giram ao redor de uma estrela entre 100 bilhões de outras estrelas, que estão em uma galáxia entre 200 bilhões de outras galáxias em um dos possíveis universos existentes e que um dia deixará de existir.

Não sou nada. Não somos nada. E ainda assim me sinto no direito de me sentir infeliz, por N motivos. Me sinto no direito que querer sumir, desaparecer no mundo.

Sou apenas uma pessoa qualquer.

sábado, 11 de julho de 2015

Amanhã...


Estou deitada pensando...
A vida é tão efêmera, tão inconstante, tão imprevisível, e com um final tão conhecido por todos.

Seu cheiro está no meu lençol, no meu travesseiro, em mim. Parece que tudo aconteceu com a duração de um segundo e a anos atrás. Momentos assim deveriam durar a vida toda.

Meu avô passou por mais uma cirurgia, está fragilizado, velho, machucado, cansado. Parece que demorou uma eternidade. Está demorando uma eternidade. Esse momento jamais deveria acontecer.

E amanhã? O que será?

"Não deixe nada pra depois
Não deixe o tempo passar.
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar".

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Caixa do nada...

Todo dia eu saio de casa com muitos planos na cabeça.
Todo dia eu chego em casa com nenhum plano na cabeça, e fico à noite toda na caixa do nada.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

10 mil volts

Toda vez que nos vemos, que nos encontramos, que nos encostamos, parece que libera uma carga elétrica de 10 mil volts.

Que loucura!

Quanto desejo, quanta energia, quanto amor. Que coisa doida!!!!

É uma coisa inexplicável. Química, pele, alma, sei lá, só sei que é extraordinário!!!

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Linda...



Já te vi de várias formas, ângulos e em momentos diferentes.

Já te vi com roupas elegantes, largadas, de  banho, lingerie e principalmente sem roupa.

Mas nunca te vi tão linda como hoje.

Seu ar, seu semblante, apesar de saber o quanto estava cansada, você estava feliz. Nervosa, mas feliz. Estressada, mas feliz rs.

Você estava deslumbrante!!! Poderosa!! Linda!! Gostosa!! Sem palavras para descrever...

Como eu te amo. Caramba, como eu te amo.

E em alguns momentos, como dói te amar.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Futuro...

Estou com um desejo enorme de escrever, talvez pra tirar algo que está entalado aqui.

Sinto medo. Medo do futuro.

Quando eu precisava pensar no futuro, eu só pensei no presente. Não planejei, não tive objetivos. Vivi o aqui e agora.

Hoje, que eu preciso pensar só no presente, minha mente vai lá na frente. Não sei se a idade está chegando e eu me sinto cada vez com menos tempo. Tenho urgência das coisas. Urgência dos sonhos. Me sinto perdida, sem planos, sem objetivos.

Sinto medo. Medo do futuro.

sábado, 23 de maio de 2015

Nota rápida...



Hoje, a noite vai ser difícil.

Às vezes penso que a vida é maravilhosa... Outras, penso que ela é uma brincadeira de mal gosto.

A morte pode ser algo muito triste e precoce... mas também pode ser um prêmio.

Tudo depende do ponto de vista, do nível de felicidade e de sofrimento pelo qual está passando.

A única coisa que pode fazer diferença é a esperança. Enquanto ela existir, tudo é passível de ser flor, mas quando ela vai embora... ai fudeu.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

:'(...

Tanta luta... Tantos problemas... Tantas dificuldades... Meu Deus.

Difícil entender o que o senhor quer.

Tento acreditar, ter fé... Mas tá tão difícil.

:'(

sábado, 4 de abril de 2015

Insônia e saudade...

Cá estou eu, em mais uma noite com insônia por causa de saudade. Eu estava caindo de sono à 3h atrás, mas comecei a procurar músicas indie (alternativas) já que disse que ia te mostrar. Só que aí bateu uma nostalgia e lembrei das festas alternativas que ia com uma certa frequência: Paranoid Android, Starfuckers, Goth Box e DDK. E já imaginei você comigo nessas festas.

Sei que esses lugares não fazem muito seu estilo rsrs. São músicas bem diferentes do que está habituada e as pessoas, bem, são pessoas alternativas, na maioria com idade entre 18 e 28 anos. Então, realmente não sei se vai gostar. Mas...quero tanto te apresentar essa parte do meu mundo. Porque foi uma parte muito importante pra mim e, consequentemente, ajudou na construção da pessoa que sou hoje: o amor da sua vida :D

E se eu já estava morrendo de saudade antes, ficar pensando em você comigo em lugares que eu adoro, só a transformou em algo sufocante, avassalador. Um diazinho sequer sem te ver, me causa dor física. Logo sinto taquicardia e falta de ar, de tanta saudade. Acho que isso colaborou pra eu ter ficado dodói ontem.
E pra ajudar na insônia, meu estômago ta estranho, dando umas pontadas e dolorido. Medo de sentir aquela dor horrorosa de novo :'(

Bom, são 2:30 agora, levando em consideração que eu acordei ontem às 5:30, faltam apenas 3h pra eu completar 24h acordada. Vou tentar dormir agora, com a imagem nítida de você nos meus pensamentos e nos meus sonhos. Coração acelera só de pronunciar seu nome na minha mente. Te amo muito, minha morena linda! :*****

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Confiança até no sonho...

Toda vez que posso dormir até mais tarde, acordo cedo, mas tudo bem.

Sonhei que morava em Caxias, e íamos num bar lésbico. Bar bem legal, só tocando músicas alternativas, clima descontraído, galera bem alto astral, parecia que todo mundo se conhecia. Meu amor morrendo de ciúme, lógico rsrsrs, e com isso fazia de tudo pra me provocar e tirar minha atenção do resto das pessoas, adorei! Hehehehe.

Teve uma hora que um cara (sim, apesar do bar ser lésbico, tinha um maluco lá), muito bêbado, chegou perto, me entregou um molho de chaves e disse: aí, faz  favor, vai alí e tira meu carro dali e coloca numa vaga lá na praça. Doidaço!!! Fui lá, morrendo de medo, odeio dirigir carro dos outros, e entrei no carro, que apesar de ser um Fiesta, mais parecia um Fusca.

Quando entrei, tinham duas meninas dormindo no carro, mas dormindo mesmo, com edredom, travesseiro e tudo kkkkkkkk. Com maior sacrifício, troquei o carro de vaga e voltei pro bar.

Tinha muita mulher no bar, e algumas bem assanhadas e abusadas, chegava junto, se insinuavam, passavam a mão mesmo. E eu morrendo de medo do meu amor brigar comigo. Fui logo correndo pro ladinho dela e ela estava lá, toda linda me esperando!

Só teve uma coisa que não entendi desse sonho: como eu tive coragem de deixar meu amor sozinha, no meio de tanta sapa????? É muita confiança né, porra, até no sonho! ^^

segunda-feira, 30 de março de 2015

Equalize...

Às vezes se eu me distraio
Se eu não me vigio um instante
Me transporto pra perto de você
Já vi que não posso ficar tão solta que vem logo aquele cheiro
Que passa de você pra mim
Num fluxo perfeito
Enquanto você conversa e me beija
Ao mesmo tempo eu vejo
As suas cores no seu olho tão de perto e me balanço devagar
Como quando você me embala
O ritmo rola fácil
Parece que foi ensaiado

E eu acho que eu gosto mesmo de você!!! Bem do jeito que você é!!

Eu vou equalizar você
Numa frequência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim

Adoro essa sua cara de sono
E o timbre da sua voz
Que fica me dizendo coisas tão malucas
E que quase me mata de rir
Quando tenta me convencer
Que eu só fiquei aqui
Porque nós dois somos iguais
Até parece que você já tinha
O meu manual de instruções
Porque você decifra os meus sonhos Porque você sabe o que eu gosto
E porque quando você me abraça
O mundo gira devagar
E o tempo é só meu
Ninguém registra a cena de repente
Vira um filme todo em câmera lenta

E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é

Eu vou equalizar você
Numa frequência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim
Eu vou equalizar você
Numa frequência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim.

https://youtu.be/x7WHL-o5tMo

domingo, 29 de março de 2015

Devaneios...

Às vezes me sinto uma criança mimada: quero as coisas no meu tempo, do meu jeito, necessito de atenção constante, e quando isso não acontece, me frustro com facilidade, fico irritada. Detesto esse meu lado. Ah, sem contar a ansiedade em que fico, que chega tirar meu sono. Aff...

quarta-feira, 25 de março de 2015

Medo e culpa...

Hoje senti medo. Muito medo. De várias coisas.
E conforme ia pensando em diversas situações, possibilidades e nos últimos acontecimentos, percebi que sou uma pessoa covarde. Como tenho dificuldade em enfrentar as pessoas. E todas às vezes que enfrentei alguém, era por estar cega de raiva.
Então lembrei das pessoas covardes que conheço... E todas elas são falsas, dissimuladas, doentes, más. Pensei: será que sou assim? Será que sou uma pessoa má?
Fui até os últimos acontecimentos, senti culpa por algumas atitudes que, na hora me pareciam certas, mas que agora, me parecem tão erradas, que me sinto como essas pessoas horríveis que não suporto.
Pedi perdão à deus. Mas pedi um perdão com tanto arrependimento que chorei.
Como pude deixar meus valores, minhas convicções, minhas certezas se distorcerem tanto. Sempre me gabei de ser uma pessoa correta, honesta, justa, sem nunca precisar fazer mal à alguém para ficar bem. E acabei ferindo pessoas.
Mas tudo que fazemos com os outros volta pra gente. E em menos de duas semanas, senti na pele o sufoco, o medo, a angústia que fiz pessoas passarem.
Não quero isso pra minha vida. Não quero ser esse tipo de pessoa. Tudo acontece na hora que deve ser, e cada um cava seu próprio buraco.

domingo, 15 de março de 2015

Declaração...

Ahh, como eu sinto sua falta... Como eu sinto falta do seu colo quente e macio, do seu abraço apertado e aconchegante... Aquele abraço que afasta todos os males do mundo... Que me faz sentir completamente em paz.

Como eu sinto falta do seu beijo... Dos seus lábios macios, quentes e molhados... Que beija minha boca como se fosse um manjar dos deuses... Como se fosse a única coisa capaz de matar sua sede... Que me faz esquecer que existe um mundo lá fora.

Como eu sinto falta dos seus olhos... Que me olham com pureza e desejo, ao mesmo tempo... Que transmitem um amor imensurável, misturado com admiração, carinho, medo, supresa... E ainda assim, parecem que já me conhecem desde que você nasceu... Esses olhos transparentes, mas ao mesmo tempo refletores como espelho d'água.

Como eu sinto falta da sua pele pintada, cheirosa, aveludada... Que me faz estremecer ao simples toque... Que arrepia todos os pêlos do meu corpo... Que gera uma corrente elétrica que acelera meus batimentos cardíacos, aumenta o ritmo da minha respiração e faz minha temperatura subir absurdamente.

Como eu sinto falta da sua voz de criança... Que mia quando carinhosa... E assopra nos meus ouvidos quando safada... Que me diz as palavras mais doces, carinhosas, gentis, motivadoras e emocionantes... Também me fala as coisas mais quentes, mais safadas, mais despudoradas.

Como eu sinto falta da sua alma bondosa... Da sua presença marcante e imponente... Da sua personalidade surpreendente... Do seu coração puro e grandioso... Das suas ideias rápidas e brilhantes... Da sua ideologia marxista.

Meu coração fica vazio longe de você... Meu corpo fica sem graça... Minha pele esfria... Meus olhos ficam opacos... Meu riso se torna falso...

Como você tomou conta do meu ser... Da minha vida... Do meu ar... E se transformou nisso tudo.

Queria descobrir uma palavra mais forte que "amor", mas só inventando... Eu te amo para além da minha existência.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Coisas que gostaria que meu amor soubesse

1. Não fique sem graça quando eu ficar te olhando fixamente por horas, eu realmente acho você linda, e você realmente me excita.

2. Amo seus olhos, e amo me ver neles.

3. Você tem os detalhes mais lindos que já vi, que formam o conjunto mais perfeito do mundo!

4. Amo seu nariz!

5. Amo sua boca, seu beijo e sua respiração. E me arrepio quando lembro disso!

6. Não fique brava comigo, você é linda toda produzida, mas é ainda mais linda toda largada, com os cabelos molhados e bagunçados. Sua beleza natural é tão feminina e tão sexy!!!

7. Não importa quantas vezes eu veja, mas toda vez que estiver nua, vou ficar boquiaberta e com tesão.

8. Graças a Deus que você dança!!!!! Você não sabe como me faz a mulher mais feliz do mundo por isso!!!! Não só por isso claro, mas você não sabe como eu sou feliz por você dançar pra mim!!! Muito, muito, muito obrigada!!!!!! *-*

9. Você me faz me sentir tão em casa. Como se sempre estivéssemos juntas. Eu diria até coisa de outras vidas.

10. Amo seus cabelos de índia, mesmo eu não sabendo identificar no primeiro momento rsrs #).

11. Amo sua voz rouca quando acorda!!!

12. Sei que vou achar você a mulher mais linda do mundo acordando. Não vejo a hora!

13. Morro de ciúme de você. MORRO! Mesmo que eu não transpareça sempre. Eu tenho vontade de quebrar a cara de muita gente, principalmente de Michela.

14. Ahhh se você soubesse como você é sensual nos gestos, no caminhar, no vestir, no falar. Ahhh se você soubesse o quanto eu sou louca por você.

15. Apesar de sermos do mesmo signo, o que sempre achei que seria um problema sério, é muito fácil lidar com você. Claro que você é teimosa, mas como eu vou dizer não pra esse rostinho lindo?

16. Quando eu estou no meu momento mais frágil, mais infantil, você se mantém a mulher forte, e me apóia, me segura, me dá forças. Você é meu porto seguro.

17. Muito obrigada! Eu só tenho a agradecer por tudo que você me mostra, me ensina, me proporciona. Te amo minha morena linda!

Alguns fatos sobre mim

1. Sou aficionada com as coisas, principalmente com tarefas. Se começo, preciso terminar. Enquanto não terminar, não conseguirei direcionar minha atenção pra mais nada e ficarei extremamente mau humorada se tiver que fazê-lo.

2. Tenho cérebro de homem, não consigo prestar atenção em duas coisas ao mesmo tempo. Ex: ouvir duas pessoas falando, ouvir duas músicas ao mesmo tempo, ler algo e ouvir alguém. Consigo cozinhar, lavar louça, varrer casa, pendurar roupa no varal. Mas nada em que eu tenha efetivamente que prestar atenção, senão fudeu.

3. Tenho uma paciência social limitada. Principalmente se não tiver bebida alcoólica no meio. As pessoas são legais até certo ponto. Depois elas se tornam chatas, repetitivas e gostam de tirar vantagem.

4. Tenho dificuldade em sentir falta das pessoas. Aprendi a me desapegar com facilidade. O que me dá uma impressão antissocial.

5. Amo ficar em casa. Não fico triste, nem entediada. Amo!

6. Sou preguiçosa, de verdade, mas não quando acordo, só depois.

7. Tenho muita dificuldade em dormir, e nenhuma em acordar.

8. Eu ronco. Bem. Por isso odeio dormir na casa das pessoas, tenho vergonha.

9. Costumo ter torcicolo com muita freqüência. Muita mesmo. Mais do que eu gostaria.

10. Fico insuportável quando estou com sono ou fome.

11. Não tente me forçar a fazer algo que eu não quero. Se eu digo que eu quero ir embora pra casa de uma festa às 22h, é porque estou com muito sono, cansada, chateada ou com dor de barriga. Por favor, não me force a ficar até 1h. Isso me deixa muuuuuuito mau humorada.

12. Sou pau pra toda obra. Sempre vou ajudar no que eu puder, não sendo dinheiro :).

13. Amo cozinhar! Sério! É extremamente prazeroso pra mim!

14. Amo cheiros!

15. Amo gatos e bichos!

16. Viro viado se aparece uma abelha perto de mim. Tenho pavor!!!!!!

17. Não tenho problema com bagunça, mas não suporto coisas assimétricas. Ex: mesa bagunçada OK, mesas desalinhadas nunca!

18. Engrosso a voz em duas situações: quando estou irritada ou quando estou com tesão.

19. Amo mangás e coisas ligadas ao Japão.

20. Odeio rúcula com todas as minhas forças.

21. Acho extremamente doloroso fazer as sombrancelhas, puta que pariu!!!!!!

22. Sou muito orgulhosa. Me fodo muitas vezes por causa disso.

23. Se tomo nojo da cara de alguém, já era. Nunca mais.

24. Sou uma compulsiva controlada. Se deixar eu gasto todo meu dinheiro com tecnologia.

25. Tenho muitos sonhos que nunca vou concluir.

26. Nada me surpreende em relação ao comportamento humano.

27. Tenho traumas de infância que me atrapalham hoje.

28. Tenho fixação na fase oral.

29. Ás vezes acho que tenho cara ou olhar de tarada, sem perceber. Mas não é intencional. E é só a cara mesmo. A minha tara é direcionada e muito específica, e não aleatória assim.

30. Músicas me fazem viajar.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Maldade...

Estou triste... Mas uma tristeza tão profunda que dói, me tira o ar, a fome, o sono.

Não... Não estou com o coração partido. Tirando a saudade louca, ele está muito bem, obrigada.

Minha tristeza é devido à maldade humana. É saber que o mal está por ao, vencendo uma batalha atrás da outra. É saber que não importa o bem que você faz, sempre tem alguém cruel que consegue te fuder e se dar bem.

Minha tristeza é por saber que existem pessoas tão ruins, que não se importam em destruir pessoas, empregos, amores. Elas simplesmente querem fazer mal.

Estou muito triste.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Ninho de cobras

E hoje tive mais um pesadelo.
Sonhei que viajava com minha família e íamos para um hotel. E meu quarto tinha o tema de halloween.
Assustador, apavorante, cheio de ornamentos de árvores mortas, morcegos de papel e vasos e cestos velhos.
Eu xingando muito, puta da vida com a decoração, odiando tudo, reclamo que quero mudar de quarto.
Nisso, meu cunhado sacana dá um chute num dos cestos velhos e gigantescos, e eis que caem milhares de cobras e serpentes de todas as cores e tamanhos.
Entro em pânico total, começo a gritar, olhando desesperada para a minha família, e ninguém se mexe, olham pra mim com cara de desaprovação como se eu estivesse exagerando por causa de algumas "cobrinhas".
Até que uma das cobras me pica, morde, mastiga na perna. Ela não era venenosa, mas a dor foi dilacerante.
Desço para reclamar na recepção, e as pessoas me tratam como um nada, como se aquela fosse a grande atração do hotel. E então eu olho ao redor e vejo as pessoas brincando com as cobras, e cobras gigantes por todos os lados.
Nisso uma "anaconda" sai em disparada em direção à três crianças que estavam brincando. Entro em desespero, grito, aviso, mas ninguém me dá bola.
Até que a cobra engole uma das crianças numa bocada só.
Forcei acordar porque não aguentava mais.
Estou tão cansada de viver no meio de cobras, vontade de deixar de existir.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Manhunt

Hoje tive um pesadelo ao estilo do jogo super violento chamado Manhunt.
Apesar do sonho se passar na "vida real", estávamos participando de uma competição de grupos, onde o objetivo era hackear o computador dos grupos adversários. E eram todos formados por pessoas conhecidas, amigos, colegas de trabalho, colegas de faculdade.
Primeiro você tinha que achar o computador pra hackear, nisso você já matava meia dúzia de pessoas no caminho. Quando achava o PC, tinha o tempo pra invadir, dependendo da criptografia. E os membros da sua equipe ficavam de guarda, matando qualquer um que se aproximava.
Lembro que a última cena do sonho era eu sozinha tentando hackear o último PC, e, repito, SOZINHA, quando se aproxima o "chefão" do grupo: uma mulher que devia pesar uns 300 kgs. E eu tentando matar a mulher com uma marreta e ela não morria.
Acordei.
Cara, que sonho bizarroooooo. Acordei assustada com meu cérebro.
O.o

sábado, 24 de janeiro de 2015

Que assim seja...

Estava escrito.
Tudo aconteceu pra gente se encontrar.
E pra gente se encontrar nesse momento, nessa vida.
Pra que você pudesse olhar pra uma mulher diferente, meio menino e ficar encucada, sentir uma coisa esquisita.
Pra eu olhar pra você e ficar admirada e na dúvida se teu sonho queria dizer algo.
E aos poucos, tudo ir se encaixando perfeitamente.
E aquilo tudo que parecia ser tão diferente, tão distante, se tornar cada vez mais certo, mais natural...
Mais inevitável...
Mais incontrolável...
Mais apaixonante...
Mais inebriante...
Mais perfeito...